14 dezembro 2015

Game: Pom Gets Wi-fi

 
"Estou arrancando a pele do meu rosto
Porque eu odeio ficar segura
Os normais me dão medo
Os malucos fazem com que eu me sinta sã..."
Mad Hatter { www }

Mais uma postagem sobre um jogo. Esse eu joguei há eras, na verdade. Eu simplesmente percebi que a tag "game" tá muito vazia. Se eu jogo jogos com uma frequência até razoável, então não tem motivo pra ela estar assim. (Acontece a mesma coisa com a tag "crítica" ou "resenha"... Céus, eu sou tão preguiçosa!)

Sinopse: Pom é uma cadela que passou a sua vida inteira na internet. Quando sua casa pega fogo, ela e seu amigo Shibe morrem e vão parar no céu canino. O lugar parece perfeito, exceto por uma coisa: a ausência de Wi-fi! Confusões são arranjadas uma atrás da outra, enquanto Pom executa seus planos malucos para conseguir conexão com a internet...

E então, vamos conferir?
 


Pom Gets Wi-fi é um jogo de RPG Maker criado por um fulano chamado Me-Patra. O download do jogo traduzido e maiores informações você encontra aqui: [www]. (Obrigada, equipe linda do Zero Corpse!)
Bem, como vocês já devem ter percebido, esse é um jogo de comédia. As falas de Pom tem erros propositais, e o jogo é lotado de referências (e palavrões). A história é idiota, sim, mas a gente continua jogando - em parte só pra ver no que vai dar tudo isso, mas em parte porque os personagens acabam impedindo que você simplesmente largue o jogo.


Uma coisa importante a respeito desse jogo: ele te faz shippar yaoi! A Pom é fujoshi de carteirinha, gente. Toda fujoshi que joga esse jogo acaba se identificando com ela em certos momentos (não em todos, ela é meio retardada).
As ideias loucas da Pom pra conseguir internet são o que movem todo o jogo. Ela interage com os personagens e é obrigada a fazer escolhas que influenciam (e muito) no final.
O visual do jogo é leve e muito fofo. Os cachorros são uma gracinha, também; dá pra identificar as raças direitinho. Eu curti muito o fato de que cada um deles tem a própria história - nenhum é só de enfeite. Nem mesmo o cachorro que só serve pra salvar o jogo...

"Salvar?"

Não há muito o que falar a respeito do jogo. Ele é curtinho e tem dois finais disponíveis - eu, particularmente, prefiro o bom, que é super fofo (♥). Não é o tipo de jogo que vai te acrescentar coisas - exceto, talvez, a perspectiva de que viver atrás de uma tela de computador não vale a pena.
Se eu falar mais vou dar spoiler, sério. Well, basta saber que eu não teria feito essa postagem se não fosse minimamente proveitoso. Afinal de contas, comédia nunca é demais (quanto mais fujoshi você for mais você vai rir, sério).

Um comentário:

  1. aaaaaaah gente! mas foi feito pra mim. adoro esses enrendos sem noção *-* ja coloquei aqui pra baixar!
    to muito feliz que achei uma blogueira que tbm tem uma tag games <3 a minha tbm vive vazia, apesar de eu jogar o tempo todo! sempre esqueço de postar!
    um beeeijo

    ResponderExcluir